Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Do exame da supervisão ao autoexame dos professores: estratégias de regulação do trabalho docente na Supervisão Escolar

Adriana Bergold Leal e Paula Corrêa Henning

Veja o Artigo

Resumo

O presente artigo, tendo como foco de estudos a Supervisão Escolar, olha-a de uma forma diferente, trazendo para a discussão questões como a produtividade do trabalho docente, justificando a regulação do supervisor sobre os professores e a auto-regulação provocada nestes como a economia do poder disciplinar. Problematizando os conceitos de confissão e exame de si, apresenta alguns dos ditos recorrentes que são acolhidos e aceitos pela ordem do discurso educacional vigente. Trabalha ainda com o conceito de liberdade a partir de Michel Foucault, provocando nosso pensamento a entender a liberdade em sua relação direta com a regulação e o disciplinamento de corpos. Entre liberdades e regulações, o poder disciplinar mostra seus efeitos, não só colocando os sujeitos sob visibilidade constante, como também submetendo-os à sujeição da disciplina.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões