Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Hibridismo e currículo: ambivalências e possibilidades

Maria do Carmo de Matos e Edil Vasconcellos de Paiva

Veja o Artigo

Resumo

O presente artigo busca a compreensão do uso do termo hibridismo na contemporaneidade, em especial no campo do currículo, referenciando-se na análise de autores como Ball (1998), Bhabha (1998), McLaren (2000), Dussel (2002), Canclini (2003, 2005), Lopes e Macedo (2002, 2006), Hall (2003) e Lopes (2004, 2005). Tendo por direcionamento a busca de possibilidades para a construção de políticas e práticas curriculares, numa perspectiva voltada para a mudança social, aborda a temática no espaço delineado pelas oportunidades e ambivalências que a envolvem, procurando entender sua configuração e uso na teoria contemporânea, bem como sua associação ao conceito de recontextualização na análise de políticas e textos curriculares.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões