Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Narrativas históricas nos livros escolares: a perspectiva dos alunos

Yi-Mei Hsiao

Veja o Artigo

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um estudo de pequena escala realizado em escolas secundárias em Taiwan. O estudo assenta na utilização de um questionário de resposta aberta e em entrevistas. Explora a atitude de confiança de 94 alunos de Taiwan (13-15 anos de idade) perante as narrativas históricas apresentadas em manuais e investiga, em particular, as ideias dos alunos face a diferentes relatos da guerra entre a China e o Japão (1937) apresentados por manuais de História da China, de Taiwan e de Singapura. Os resultados mostram que a maioria dos alunos que constituem a amostra têm uma ideia de autoridade acerca dos manuais. Além disso, quanto às suas ideias acerca da existência de diferentes relatos, as justificações dadas incluem: estilos de escrita, conhecimento inadequado e perspectiva do autor. Os resultados sugerem ainda que os critérios para as decisões dos alunos quanto a fiabilidade das narrativas são sobretudo de senso comum, raramente mencionando a evidência que as suporta. Finalmente o artigo apresenta algumas conclusões relevantes e propõe implicações práticas para o ensino de História, nomeadamente sobre a compreensão do papel dos manuais, a apresentação de diferentes narrativas e a promoção do uso de evidência histórica.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões