Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Concepções de passado como expressão de consciência histórica

Marília Gago

Veja o Artigo

Resumo

A consciência histórica dos indivíduos contemporâneos tem um papel fulcral nas suas tomadas de decisão que, por sua vez, influencia o desenvolvimento pessoal e social (Rüsen, 2000). Com base neste pressuposto, a educação histórica está a iniciar investigação dentro do âmbito de consciência histórica e social, nomeadamente ao procurar compreender como as crianças, os jovens e os professores conceptualizam a relação temporal entre passado, presente e futuro, numa perspectiva de orientação do indivíduo face aos problemas da sociedade (Lee, 2001). Propõe-se a partilha de dados de um estudo exploratório realizado com alunos com idades entre os 10 e os 14 anos de idade e professores do ensino básico e secundário, e no qual se tenta compreender como os sujeitos perspectivam a relação entre o passado, o presente e o futuro na sua orientação para a tomada de decisões. Os resultados sugerem que as concepções de passado e das suas relações com o presente, quer para alunos quer para professores de História, são diversificados. Estas concepções terão um papel fulcral no tipo de consciência histórica a assumir , o que por sua vez se reflecte nas tomadas de decisão e na sua fundamentação – umas vezes mais analítica, outras mais dogmática.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões