Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Sociologia das políticas educacionais e pesquisa crítico-social: uma revisão pessoal das políticas educacionais e da pesquisa em política educacional

Stephen Ball

Veja o Artigo

Resumo

O artigo desenvolve dois ensaios relacionados: um substantivo e outro meta-analítico. O primeiro refere-se às mudanças na provisão do setor público. É defendido que o setor público tem sido “transformado”, nos termos de Jessop, de um Estado do Bem-estar Keynesiano para um Estado do Bem-estar Schumpteriano. Essa transformação envolve mudanças fundamentais nas formas de provisão, nos padrões de acesso, nas formas de trabalho, nas relações cliente-trabalhador, nas relações inter-institucionais, nos valores e na ética. A constituição do cidadão também tem sido afetada. O segundo ensaio refere-se à concepção de e ao engajamento com a política social pelos pesquisadores educacionais. Um modelo para exame da “epistemologia de superfície” da pesquisa em política educacional é apresentado – isto é, as relações entre conceptualização, desenho e condução da pesquisa e interpretação dos dados. É defendido que existe uma tensão básica no âmago da pesquisa em política educacional entre um compromisso com a busca de eficiência e um compromisso com a busca de justiça social.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões