Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

O intelectual educacional e o professor críticos: o pastorado das consciências

Maria Manuela Alves Garcia

Veja o Artigo

Resumo

Este artigo, inspirado nas investigações de Michel Foucault acerca da ética e dos modos de subjetivação do sujeito ocidental moderno, descreve o “regime do eu” proposto a docentes críticos e os modos de funcionamento da tecnologia pedagógica instituída por uma parcela dos discursos pedagógicos críticos no Brasil nos cursos e currículos de formação docente. Desde essa perspectiva, o artigo defende que os discursos pedagógicos críticos no Brasil vêm posicionando a docência crítica como o exercício de um pastorado da “boa consciência” e do agir engajados que levam ao esclarecimento, à humanização e à salvação, instituindo para os docentes uma moral ascética aliada a convicções políticas profundas.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões