Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Configurações da Infância em Textos de Manuais Escolares

Teresa Castro e Rui Ramos

Veja o Artigo

Resumo

A presente investigação inscreve-se dominantemente nos Estudos da Criança. Convoca pressupostos da Sociologia da Infância, mas privilegia a análise da materialidade linguística dos textos, no quadro da Análise do Discurso de tradição francófona. Retoma um estudo anterior (disseminado em Castro e Ramos 2014, 2017 e 2018) e aplica os mesmos métodos e objetivos nele adotados a uma nova geração de manuais/livros escolares usados no sistema de ensino português (língua portuguesa, 4.º ano do 1.º ciclo do Ensino Básico). Analisa as estratégias de construção da imagem das crianças nestes suportes, fundamentando tal análise nos recursos linguísticos mais relevantes associados a tal construção, nomeadamente os tipos textuais dominantes. Complementando o referido estudo anterior, permite um olhar diacrónico sobre aspetos dos textos dos manuais escolares. Dos resultados podem decorrer reflexões úteis a autores de manuais, editoras, professores e investigadores. A análise permite verificar que houve um ganho de diversidade nos tipos de texto presentes nos manuais escolares entre os dois momentos de observação, pelo menos entre os textos que colaboram de forma relevante na construção da imagem da infância. Conclui que, apesar disso, as crianças dos textos continuam a ser seres resignados e obedientes, consumidores mas não coprodutores de cultura e que os textos inculcam valores conformadores da manutenção da ordem social estabelecida. Assim, estes manuais tendem mais facilmente a criar cidadãos amorfos e acríticos do que cidadãos ativos e alerta na construção da sociedade.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões