Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Cartas: um exercício de cumplicidade subversiva para a escrita acadêmica

Bruna Moraes Battistelli e Érika Cecília Soares Oliveira

Veja o Artigo

Resumo

Qual sua experiência com a escrita de cartas? Você já escreveu uma para alguém? Apostando na potência destas, já não somos apenas pesquisadoras, mas também, escrevedoras de cartas e carteiras. Assumimos desta forma, uma escrita que flerta com a oralidade, de modo que uma carta funciona como um escrever falando. Assim, habitamos uma escrita de fronteira entre oralidade e grafia para fazer furo na escrita acadêmica hegemônica. Para tanto, tomamos a escrita pessoal como um exercício político, e a partir de nossas diferentes experiências propomos um exercício de cumplicidade subversiva para apresentar uma outra performance de escrita acadêmica através das cartas. Uma escrita para desobedecer e esperançar que permite um esticamento da voz e um alargamento do tempo em uma relação de artesania dos encontros. Trocar cartas, então, articula um pesquisar que se dá pela escrita e pela conversa, em uma política de pesquisa que se abre à multiplicidade de vozes e experiências.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões