Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Um Currículo-Museu com Gênero: experimentações para produzir (des)objetos

Cláudio Eduardo Resende Alves e Marlucy Alves Paraíso

Veja o Artigo

Resumo

Este artigo apresenta e problematiza um currículo-museu com gênero, destacando sua concepção, modos de operar e possibilidades no campo do aprender. A partir de interações com os chamados (des)objetos do acervo do Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte/MG foi realizada uma pesquisa-experimentação de pós-doutorado em Educação. Com base nos estudos pós críticos de gênero e currículo e com contribuições da pedagogia do multiletramento, o pesquisador percorreu o museu munido de seu diário de campo e da observação participante do cotidiano de visitas docentes e discentes. Para a construção do texto, foram selecionados três (des)objetos – um carro de boi, uma bolsa bruaca, e uma panela de pedra – como elementos problematizadores na pesquisa teórica e empírica. Os resultados evidenciam que um currículo-museu com gênero oportuniza encontros potentes com (des)objetos em museus, gerando inquietações, desestabilizações e deslocamentos no exercício do aprender sobre as relações de gênero. O estudo aponta a relevância de uma abordagem curricular aberta à cultura e às diferentes leituras de mundo.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões