Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Trabalho Coletivo, Sujeito e Prática da Conversação: uma contribuição a partir da perspectiva psicanalítica à educação especial

Libéria Rodrigues Neves e Mônica Maria Farid Rahme

Veja o Artigo

Resumo

O desafio da construção de um trabalho coletivo que viabilize a inclusão escolar de estudantes da Educação Especial tem sido constantemente citado na literatura educacional. São muitos e diversos os fatores que inviabilizam a parceria entre os professores no cotidiano escolar. Considerando este contexto, o presente artigo analisa a temática do trabalho colaborativo previsto nas políticas públicas, focalizando dados colhidos durante a realização da prática da conversação em duas escolas da rede pública (municipal e estadual) localizadas na cidade de Belo Horizonte (Minas Gerais). Os encontros de orientação psicanalítica, fortemente marcados pela circulação da palavra dos professores, indicaram o quanto a abertura de espaços de fala na escola possibilita uma maior elaboração do sujeito em relação à sua prática e uma interlocução com os pares. Desse modo, propõe-se pensar o trabalho colaborativo para além da parceria objetiva entre professores, mas incluindo aquilo que escapa às normativas – a dimensão da subjetividade –, para a contínua produção de saber, no coletivo, diante da diversidade que constitui o universo escolar.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões