Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Vivendo no Mundo Deles: currículo a partir de um apelo geontológico

Thiago Ranniery

Veja o Artigo

Resumo

Este texto deriva das intenções de um projeto imersão etnográfica realizado em laboratórios de virologia e suas interfaces tradutórias com a divulgação científica. Trata-se de um ensaio tentativo e experimental sobre como as práticas científicas podem insuflar transformações imaginativas nas relações entre os diferentes seres que compartilham a Terra e no que chamamos de educação. Proponho recorrer a imagem vivendo no mundo deles a fim de interrogar imbróglios coloniais que tornam o currículo equivalente a um projeto de formação do sujeito humano. A partir de histórias entrelaçadas, o argumento explora, por um lado, como a autocracia humanista fracassa em tirar proveito da inconstância da materialidade animada do solo ao se debater contra a perda de um terreno seguro ou estável. Por outro, indica como controvérsias científicas testemunham um problema de comunicação quanto ao apelo geontológico de imprimir à educação o trabalho de coordenação e coexistência entre múltiplas histórias emaranhadas. Em diálogo com estudos feministas e queers, complicados por perspectivas neomateriais e pós-humanas, defendo a reavaliação da relação entre educação, geologia e ecologia como condição para pensar respostas éticas e políticas à destruição em curso.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões