Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

A Educação Infantil na Pandemia: a experiência de uma escola pública antirracista

Raul Cabral França, Marina Basques Masella e Ana Maria Falcão de Aragão

Veja o Artigo

Resumo

Este artigo é parte de uma pesquisa sobre o projeto político-pedagógico de uma escola municipal de educação infantil que adota as relações étnico-raciais como um de seus eixos principais. Apresenta um estudo de caso sobre o trabalho desenvolvido remotamente pela unidade escolar durante a suspensão do atendimento presencial, em razão da pandemia de COVID-19. Analisa as possibilidades e os limites para efetivar, nesse contexto, um currículo antirracista, centrado na ludicidade e na afetividade; discute, também, os desafios para a inclusão de todas as crianças no processo e para a garantia do direito à educação. As fontes do estudo foram as propostas documentadas nas redes sociais, entrevistas e um mapeamento realizado pela escola. A análise é realizada ao longo de uma narrativa, identificando quatro fases no desenvolvimento do trabalho remoto: a manutenção do vínculo com as crianças, a reorganização das propostas, a construção de um projeto didático e, por fim, a temporária consolidação. Ao narrar e discutir esse processo marcado por reflexões críticas, aprendizados e mudanças, o artigo pretende contribuir para o debate sobre concepções e práticas na educação infantil, das quais o trabalho remoto emergencial é apenas um reflexo.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões