Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Mulherismo Africana: práticas na diáspora brasileira

Aza Njeri e Katiúscia Ribeiro

Veja o Artigo

Resumo

Mulherismo Africana, termo cunhado por Clenora Hudson-Weems (2016), é um novo olhar, centrado nas mulheres negras africanas e da diáspora, para entender, refletir e agir na luta antirracista e de sobrevivência do povo preto, sendo este entendido a partir de uma perspectiva pan-africana e diaspórica. Partindo de conceitos afrocêntricos de Molefi Asante (2014), como agência e localização, busca-se criar critérios próprios de mulheres africanas da diáspora brasileira para avaliar as nossas realidades, tanto no âmbito do pensamento, quanto da ação. Para tal, recorreremos à experiência do Ciclo Mulherismo Afreekana/RJ como elemento suleador para a discussão dos fenômenos que nos atravessam como pessoas negras, debate que é essencial para a sobrevivência da população negra no Brasil. Assim como dialogaremos com Lélia Gonzalez, Beatriz Nascimento, Marimba Ani, Ama Mazama, Nah Dove, bell hooks, Katerine Bankole e Abdias Nascimento.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2019. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões