Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Elementos para uma Educação Multicosmológica como Aproximação à Formação de Professores Indígenas

Rebeca Cássia Andrade e Francisco Ângelo Coutinho

Veja o Artigo

Resumo

Mobilizamos aqui referenciais que nos permitiram propor a ideia de uma educação multicosmológica. Com essa ideia, procuramos contribuir para o debate de uma formação decolonizada de professores indígenas, rompendo com a concepção de que somente os povos europeus produzem conhecimentos, enquanto os demais produzem fetiches. A questão que se nos apresenta no processo de pensar essa formação decolonizada é balizada pelo reconhecimento dos diferentes modos de compreensão do mundo. Por meio de dois exemplos, mostramos a manifestação dos cosmos em um curso de formação de professores indígenas. Argumentamos que as diferenças são inerentes às práticas, mas que não definem uma assimetria entre os cosmos. A simetria, com a qual concordamos, não busca uma unidade generalizada; mas ao contrário, defende a multiplicidade e o encontro entre mundos compreendidos e aceitos como diferentes. Deste modo, acreditamos estar assentados sobre um modo promissor de construir uma formação de professores indígenas que consiga, pelo interstício, abrir espaço para a expressão dos múltiplos cosmos, frequentemente, silenciados.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2017. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões