Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Estrutura e Agência nas Interseções de Gênero e Infância: implicações para a Educação Infantil

Sandro Vinicius Sales dos Santos

Veja o Artigo

Resumo

O artigo analisa como as representações de gênero atravessam as dimensões estruturais da instituição de Educação Infantil orientando as ações de um grupo de crianças de quatro/cinco anos de idade. Para tanto, o texto fundamenta-se em um quadro de análise situado na interseção dos estudos de gênero, dos Estudos da Infância e da Educação Infantil. Do ponto de vista metodológico, os dados resultam de um estudo caso e foram produzidos a partir da combinação de diferentes instrumentos: observação participante com registros fílmicos e em caderno de campo, desenhos e fotografias conjugados com as falas das crianças e entrevistas. Identificou-se que diferentes representações de gênero presentes na disposição dos brinquedos em dois parquinhos prescreviam modos de brincar distintos exercendo, portanto, fortes influências sobre a agência de meninos e meninas. O texto termina apontando a necessidade de novas pesquisas que investiguem os significados construídos pelas crianças sobre as relações de gênero.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2017. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões