Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

As Avaliações em Larga Escala e o Currículo no Estado de São Paulo: a realidade escolar desvelando as lógicas subjacentes

Regiane Helena Bertagna, Amanda Polato e Liliane Ribeiro de Mello

Veja o Artigo

Resumo

Este trabalho analisa a relação entre as avaliações em larga escala, o currículo do Estado de São Paulo e a introdução de estratégias de cunho gerencial na organização do trabalho escolar em uma escola estadual do interior de São Paulo. Para tanto, foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa, de tipo etnográfico, envolvendo na coleta de dados: as observações das reuniões coletivas das escolas, as aulas de Língua Portuguesa e Matemática de uma turma de 9º ano, e as entrevistas com a equipe docente e gestora da unidade escolar. A coleta de dados revelou que a escola pesquisada tem sua organização fortemente influenciada pelo Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (SARESP), que por sua vez remete ao currículo estabelecido oficialmente. As estratégias para um bom rendimento nas avaliações e nos índices de desempenho são preocupantes tanto para o desenvolvimento dos estudantes como para os docentes, que acabam submetidos a uma lógica de trabalho que se aproxima à lógica gerencial (empresarial/privado), conformando e/ ou naturalizando a introdução de estratégias de cunho privatista na educação, a partir da ideia que incita a via privada como solução para a melhoria da qualidade.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2017. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões