Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Gramática e lógica: jogo de linguagem que favorece sentidos de conhecimento como coisa

Talita Vidal Pereira

Veja o Artigo

Resumo

Com a contribuição de aportes pós-fundacionalistas, este texto se organiza em torno do argumento de que os discursos em defesa da centralidade do conhecimento acadêmico/disciplinarizado no currículo funcionam como jogos de linguagem que condicionam as formas pelas quais nos acostumamos a pensar os processos de escolarização. Essa é uma lógica sustentada pela afirmação de um conhecimento epistemologicamente superior, porque dotado de uma racionalidade, que precisa ser apropriado pelos sujeitos para que eles possam se engajar na tarefa emancipatória de transformação do mundo. Argumento que essa lógica favorece a proliferação de sentidos de conhecimento como bem privado, passível de ser apropriado pelos sujeitos e orientado para o atendimento a objetivos políticos predeterminados.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2017. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões