Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Remobilizando a pesquisa com o pós-estruturalismo: quando a diferença faz toda a diferença

William de Goes Ribeiro

Veja o Artigo

Resumo

O caráter consensual de que vivemos em sociedades multiculturais tem gerado debates em vários campos, incluindo a educação. Nesse contexto, realizei uma pesquisa de mestrado em educação, a partir da qual analisei um projeto escolar que articulava propostas pedagógicas interculturais em conjunto com integrantes do movimento hip hop. O cerne era problematizar o racismo, tendo em vista uma vertente crítica e emancipatória. Hoje, revejo as análises com o pós-estruturalismo. O objetivo do atual estudo é remobilizar os seus sentidos, tendo em vista discussões contemporâneas no campo do currículo, repensando, em um quadro teórico distinto, significantes como currículo, sujeito, cultura e diferença por intermédio do fluxo e do hibridismo, desconstruindo os binarismos e os essencialismos.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões