Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

O desenvolvimento do currículo no contexto de uma avaliação de escolas centrada nos resultados: que implicações?

Carla Figueiredo, Carlinda Leite e Preciosa Fernandes

Veja o Artigo

Resumo

O currículo tem sido concebido num sentido dinâmico e abrangente que inclui os saberes disciplinares, mas também todas as atividades organizadas pela escola e que influenciam a formação global dos alunos. Esta conceção tem encorajado processos de desenvolvimento do currículo assentes numa lógica de contextualização curricular. A par desta situação têm também sido implementadas políticas que recomendam processos de avaliação externa das escolas (AEE), na crença de que esta contribui para a melhoria da qualidade educacional e, portanto, da formação dos alunos. Desses processos de avaliação tem-se assistido por toda a Europa a uma tendência para a AEE colocar a ênfase nos resultados académicos dos alunos obtidos em provas nacionais. O estudo a que se reporta este artigo analisou os sistemas de AEE em Portugal e em Inglaterra e os impactos que geram nos processos curriculares. Os dados revelam uma visão da educação escolar limitada a resultados académicos que desvaloriza processos curriculares que se orientem para uma formação global dos alunos. Por outro lado, a sobrevalorização dos resultados académicos incentiva processos curriculares de treino para as provas finais. Como consequência os professores revelam começar a ceder a uma certa formatação das práticas curriculares.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões