Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Práticas docentes e políticas curriculares: implicações no currículo em diferentes contextos escolares

Luciana Velloso e Tania Granja

Veja o Artigo

Resumo

Apresentamos uma análise das práticas docentes produzidas no espaço de sala de aula, tendo como aporte teórico a abordagem do ciclo de políticas de Stephen Ball (1994) e Bowe, Ball e Gold (1992). Este referencial permite compreender a trajetória da política curricular ocorrida no Município do Rio de Janeiro e no Município de São João de Meriti na Baixada Fluminense, constituindo-se em uma base teórico-analítica em que se assenta nossa análise. Tivemos na abordagem etnográfica o suporte metodológico para a observação sistemática das dinâmicas escolares, através da interação face a face, colocando os pesquisadores imersos numa rede de sentidos e significados compartilhados pelo grupo social pesquisado. Os processos que emergem das propostas curriculares, que chegam à escola, trazem em si uma cultura que regula e que orienta as ações no contexto escolar. Desse modo, entendemos que a lógica local que busca organizar as práticas docentes na instituição educacional é produzida a partir de diversas concepções sobre o processo ensino-aprendizagem, experiências individuais e coletivas, permitindo-nos focalizar as práticas de ressignificação e a identificar a complexidade do processo de construção do currículo no cotidiano escolar, pautado nas formas que se dão os processos de recontextualização da política curricular.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões