Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Fim da Teoria Crítica? Crítica aos extremos pós-modernos e pós-estruturais da teoria curricular

Márden de Pádua Ribeiro, Silene Gelmini Araújo Veloso e Teodoro Adriano Costa Zanardi

Veja o Artigo

Resumo

O presente artigo aborda uma contraposição às críticas desenvolvidas por Tomaz Tadeu da Silva, a partir de algumas de suas obras, à vertente curricular crítica. Apesar de suas importantes contribuições para o campo da pesquisa curricular, questiona-se, aqui, a posição adotada pelo autor, ao desvalorizar a teoria curricular crítica, condenando-a à estagnação, ao determinismo e defendendo sua não possibilidade de contribuição, visto que estaria superada por vertentes pós-modernas. O artigo defende possibilidades de diálogo entre as concepções críticas, pós-modernas e pós-estruturais e também traz uma discussão conceitual acerca das distinções entre pós-modernismo e pós-estruturalismo. Por fim, enfatiza uma concepção curricular crítica que acolhe algumas contribuições pós-modernas, defendendo, portanto, que a teoria crítica curricular vem se repensando ao longo do tempo, revisitando seus conceitos, de modo que o diálogo entre ambas as vertentes não só é desejável, como possível.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões