Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Da obrigatoriedade do ensino de Educação Física no estado do Rio Grande do Sul (1840-1937)

Vanessa Bellani Lyra, Tuany Defaveri Begossi e Janice Zarpellon Mazo

Veja o Artigo

Resumo

O objetivo do estudo foi o de analisar a trajetória da escolarização da Educação Física (EF) no estado do Rio Grande do Sul (RS), em termos de sua obrigatoriedade enquanto disciplina curricular. Partindo-se de uma perspectiva sócio-histórica de análise, apoiada no referencial teórico de Bourdieu e seu conceito de campo, as fontes documentais revelaram que, embora o ensino de EF fosse anunciado nos currículos escolares desde 1877, foi a partir da promulgação da Constituição Federal de 1937 que o termo obrigatório foi contemplado nos documentos. Nesse caminho, tornou-se possível inferir que a disciplina EF começa a adentrar o campo da Educação no estado do RS, na medida em que as práticas corporais/esportivas são concebidas como elemento de educação ajustável aos preceitos de um pensamento político que se instalava. Como tal, devia ser inserido nas escolas primárias, secundárias e normais; normatizado e ensinado às novas gerações.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões