Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Docência, demanda e conhecimento escolar: articulações em tempos de crise

Carmen Teresa Gabriel

Veja o Artigo

Resumo

Este texto se inscreve nos debates educacionais contemporâneos que envolvem a complexa relação entre estrutura e sujeito na compreensão da ação política do lugar da docência em tempos de crise da escola e da universidade. A hipótese em torno da qual se organizam os argumentos desenvolvidos consiste em afirmar que a emergência do sujeito político do lugar da docência está estreitamente relacionada à especificidade, historicamente construída e coletivamente compartilhada, desse ofício. Em diálogo com as abordagens políticas pós-fundacionais a análise aposta na potencialidade heurística de categorias como político, política, demanda, hegemonia e antagonismo para explorar a relação estabelecida pelos sujeitos-docentes com o conhecimento escolar entendida como um dos vetores constitutivos da docência. Percebida como uma totalidade fissurada resultante de disputas em torno de sua significação, a docência é um terreno no qual é sempre possível o momento da lembrança da contingência, oferecendo possibilidades conceituais para pensar tanto os processos de objetivação do conhecimento escolar como os processos de produção de subjetividades políticas.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões