Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

A dialética entre a proteção e a participação

Jens Qvortrup

Veja o Artigo

Resumo

Neste texto, apresenta-se uma visão de proteção e não-proteção da criança mais ampla do que aquela normalmente utilizada. O que se propõe aqui é o entendimento de que a questão da proteção envolve mais do que apenas proteger a criança para seu próprio bem. Assim, defende-se a polêmica tese de que o verdadeiro objetivo da proteção é a manutenção dos valores da sociedade adulta. Neste caso, entende-se que controle não é uma negação da proteção, mas sim sua versão autoritária e paternalista. Ao defender uma versão extrema de proteção, estamos, ao mesmo tempo, comprometendo a capacidade da criança de utilizar suas habilidades e competências e reforçando, nos adultos, uma falta de confiança nas qualidades da criança. Por isso, pergunta-se: como romper esse círculo vicioso para dar novamente às crianças a sensação de serem participantes, sem, com isso, negligenciar a necessidade que elas têm de proteção?

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões