Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

O Uso de Jogos Digitais para o Desenvolvimento do Currículo para a Educação Computacional na Inglaterra

Bruno Henrique de Paula, José Armando Valente e Andrew Burn

Veja o Artigo

Resumo

Integrar tecnologias digitais às escolas tem se apresentado como um grande desafio, especialmente por conta do fracasso da maioria das iniciativas que possuem esse objetivo. Em busca de compreender e solucionar estes problemas, a Inglaterra propôs, recentemente, uma mudança de abordagem curricular, com foco no ensino das bases conceituais da tecnologia, ao invés de focar no ensino de aplicações tecnológicas. Assim, o novo currículo inglês, a partir de 2014, passou a visar ao desenvolvimento de novos conhecimentos e o empoderamento dos estudantes com relação às tecnologias de informação e comunicação (TIC). O presente artigo tem como objetivo apresentar estas recentes discussões no campo curricular do ensino das TIC, bem como relatar uma experiência empírica desenvolvida na Inglaterra. Nessa experiência, alunos de escolas primárias inglesas exploraram a criação de jogos digitais dos pontos de vista computacional e da cultura midiática, tendo em vista a promoção desse novo currículo. Os resultados desse estudo preliminar mostram que, ainda que a utilização de jogos digitais para se conectar as áreas de Computação, Comunicação e Artes na Educação seja complexa, esse é um caminho possível para que o objetivo desse novo currículo seja atingido.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões