Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

A Rostidade da Figura do Professor e do Aluno por entre os Muros da Escola: docência e práticas curriculares

Janete Magalhães Carvalho e Carlos Eduardo Ferraço

Veja o Artigo

Resumo

Objetiva o artigo analisar a rostidade na composição das figuras de professor e de aluno, na relação entre os processos de produção de significação e subjetividade apresentados em imagens cinematográficas, no caso, o filme “Entre os muros da escola” e em experiências vividas e registradas em pesquisas realizadas com professores e alunos de escolas públicas de ensino fundamental. Busca os efeitos de sentido que se situam na questão da presença do rosto nas imagens do filme e no problema das relações de saber-poder implicadas na docência e na produção curricular. Problematiza a escola e nela a docência e o currículo como sobrecodificados pela máquina abstrata da rostidade que introduz alunos e professores num rosto mais que lhes dá a posse de um e que, por procedimentos previamente sedimentados, produz um sistema de subordinação hierárquica tanto de conhecimentos como de valores. Procura, a partir deste confronto entre imagens fílmicas e vivências escolares, pensar currículos que se componham como máquinas de guerra na intensificação do desejo coletivo de criação de outros modos de estar aluno, professor, currículo e escola.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2014. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões