Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Por uma Afro-Cotidianeidade na Educação Escolar

José Carlos Teixeira Jr.

Veja o Artigo

Resumo

A partir da narrativa de uma dentre tantas outras desautorizações sofridas enquanto professor-pesquisador no dia-a-dia de uma escola municipal localizada na cidade do Rio de Janeiro, o presente trabalho apresenta como objetivo principal colocar em discussão uma questão que permeia os estudos nos cotidianos escolares, qual seja: quais as contribuições da música afro-diaspórica aos estudos no cotidiano escolar? Enquanto o que proponho chamar de uma “afro-cotidianeidade na educação escolar”, a música da diáspora negra parece bastante relevante na realização de práticas educacionais mais emancipatórias, pois ao fortalecer-se naquilo que Bakhtin chama de polifonia e dialogicidade, elas tecem significativos deslocamentos nas estruturas educacionais hegemônicas e possibilitam, com isso, um fértil diálogo com uma diversidade de saberesfazeres histórica e socialmente invisibilizados.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2012. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões