Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Processo de Reestruturação Curricular: do discurso democrático ao corporativismo docente

Maria Eliza Nogueira Oliveira

Veja o Artigo

Resumo

Este artigo se propõe a investigar o processo de reestruturação do curso de Pedagogia oferecido por uma universidade pública estadual a partir da vigência das novas Diretrizes Curriculares Nacionais, instituídas em maio de 2006. Um dos objetivos da análise pretende identificar não apenas as principais dificuldades senão também as possíveis aberturas para que se efetivassem as mudanças, atendendo aos interesses externos e internos da instituição. Por se tratar de universidade pública, pressupunha-se a prevalência de gestão ancorada em princípios democráticos. No entanto, o resultado da análise revelou o oposto: o processo se deixou gerir por um modelo racional/burocrático de administração, cujos objetivos visavam adequar a instituição às normas externas e conciliar o curso às diretrizes, sem que houvesse dano aos interesses departamentais. Fundando-se na perspectiva sociológica das organizações escolares, permite-se considerar, que o processo de concretização dos preceitos legais não segue uma ordem comum. Ao contrário, diversifica-se de acordo com a realidade pertinente a cada entidade, compreendida como fruto de um decurso histórico que condiciona as diferentes possibilidades de incorporação das propostas reformistas do Estado.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2012. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões