Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Currículo e Mudança: práticas mediadoras como catálise, ultrapassagens e referências para a formação docente na contemporaneidade

Regina Cely de Campos Hagemeyer

Veja o Artigo

Resumo

O artigo focaliza as mudanças contextuais e paradigmáticas que influenciam o currículo escolar e interferem nas práticas docentes, considerando os aspectos históricos, culturais e políticos, que as instigam. Analisa-se a expressão dessa influência sobre os processos e práticas curriculares desenvolvidos por professores definidos como catalisadores críticos - agentes que assimilam criticamente as necessidades do ensino e formação humana no contexto atual, transpondo-as para suas práticas. São considerados os desafios, processos culturais híbridos, pedagógicos e de inovação identificados nas práticas curriculares docentes. As posições conceituais de análise da pesquisa são baseadas nas teorizações e categorias de Shulman, pesquisador que evidenciou a partir de 1980, os processos das práticas docentes no trabalho curricular. Na análise, busca-se na cultura escolar, e nos conceitos de Bourdieu os processos estabilizadores do habitus, que não impedem novas práticas no entanto. Ao sinalizar referenciais que emergem das práticas docente catalisadoras críticas, visa-se contribuir com o trabalho curricular e a formação docente para a escola contemporanea.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões