Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Currículo e Emancipação: redimensionamento de uma escola instituída em um contexto advindo do processo de desfavelização

Helena Maria dos Santos Felício

Veja o Artigo

Resumo

O presente trabalho objetiva analisar a construção de um currículo com perspectivas emancipatórias, a partir das práticas educativas, desenvolvidas pelos educadores dos anos iniciais do Ensino Fundamental, que trabalham em um contexto educacional, constituído por uma parceria entre uma escola pública e uma instituição de educação não formal. Tal contexto atende educandos de uma comunidade instituída a partir de um processo de desfavelização, no município de São José dos Campos (SP). Apoiamos nosso estudo na compreensão do currículo em seus condicionantes sociais, nas suas relações com a cultura dos sujeitos no cotidiano escolar e nas suas características emancipatórias possíveis de serem desenvolvidas por intermédio da prática pedagógica de educadores que atuam no cotidiano educacional. A partir da investigação em uma perspectiva qualitativa, constatamos que a construção de um currículo com perspectivas emancipatórias foi possível quando os profissionais da escola consideraram o contexto social em que as instituições estão instaladas, propuseram um redimensionamento curricular, na direção de uma construção / concepção ampliada de currículo, que integre em si a dimensão formal e não formal da educação, como dimensões articuladoras das práticas pedagógicas.

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões