Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Escolas em Lençóis/BA: um currículo produzido para ser negro

Marco Antonio Leandro Barzano

Veja o Artigo

Resumo

O texto apresenta o resultado da pesquisa de doutorado, desenvolvida em uma Organização Não Governamental (ONG), que realiza práticas pedagógicas em oficinas e cooperativas voltadas para crianças, jovens e adultos e que fez parceria com a Secretaria Municipal de Educação, participando de atividades como formação continuada de professores, elaboração do projeto político pedagógico e do currículo das escolas. A centralidade de ideias expressa a cultura africana nas práticas pedagógicas da ONG e a discussão se baseia em mostrar como a ONG se insere nesta parceria e passa a focalizar a cultura negra. O documentário produzido pela ONG foi o artefato utilizado para a análise. Ressalto as características da ONG, como ela se aproxima das escolas e construiu uma pedagogia. Enfoco a relação das escolas com a comunidade e, para finalizar, abordo a análise dos artefatos destacando a educação afro-brasileira atravessada pela ONG tanto em suas práticas pedagógicas, como no trabalho desenvolvido junto aos professores das escolas da rede municipal de ensino fundamental de Lençóis.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões