Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Licenciaturas específicas para formação de professores indígenas nas instituições de ensino superior públicas da Amazônia brasileira: participação e protagonismo compartilhado

Rosa Helena Dias da Silva e José Silvério Baia Horta

Veja o Artigo

Resumo

O trabalho analisa, à luz do princípio da participação - tendo como foco a experiência da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), ao elaborar conjuntamente com a Organização dos Professores Indígenas Mura (OPIM) um Curso de Licenciatura Específica - as políticas institucionais que visam a inclusão dos povos indígenas no ensino superior, especificamente no que se refere à formação de professores(as) indígenas. Aborda a idéia de protagonismo compartilhado – tendo como sujeitos as universidades e os povos indígenas - processo no qual diálogo, conflito e negociação têm que ser trabalhados. Para isso analisa as diferentes formas de participação em processos educativos e em processos de tomada de decisões, estabelecendo uma distinção entre participação real e pseudoparticipação. Enfatiza a importância da participação e discute as condições necessárias para que esta se estabeleça. Destaca três exemplos concretos de processos de participação indígena vivenciados durante a elaboração do Curso de Licenciatura Específica: 1. a realização do diagnóstico da realidade escolar Mura; 2. a discussão e definição de uma política lingüística e 3. a definição de critérios para ingresso no Curso.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões