Navigation
Mapa
Currículo sem Fronteiras
 
   
 Revista para uma educação crítica e emancipatória   ISSN 1645-1384

Com um pé na aldeia e um pé no mundo: avanços, dificuldades e desafios na construção das escolas indígenas públicas e diferenciadas no Brasil

Lúcia Helena Alvarez Leite

Veja o Artigo

Resumo

Comprometidas com os povos indígenas e situadas dentro da burocracia do Estado, as escolas indígenas são, hoje, uma realidade no Brasil, criando espaços para uma redemocratização do espaço público e, ao mesmo tempo, carregando as contradições próprias desta realidade. Apoiadas em um modelo que valoriza a cultura e reforça o controle da escola pela comunidade e concretizadas em uma experiência de forte presença estatal, as escolas indígenas públicas e diferenciadas vão sendo tecidas com fios finos e transparentes, difíceis de ser visualizados e que parecem poder romper-se a qualquer momento, por causa de sua fragilidade. Neste processo, os cursos de formação de professores indígenas podem se constituir em espaços de reflexão da prática, a partir da confrontação entre o debate travado nos cursos e a experiência vivida nas escolas, transformando-se em uma experiência formadora, que fortalece a luta e o compromisso dos professores com suas comunidades.

 

 

 
 
Todos os direitos reservados - Currículo sem Fronteiras 2011. Na eventualidade de enfrentar problemas no acesso a esta página, contate: webmaster@curriculosemfronteiras.org
 
 
       
English Busca Sugestões